Cavala e a sua riqueza nutricional: um tesouro à sua mesa!

A cavala e a sua riqueza nutricional, permanecem uma espécie subaproveitada. Por um lado, ainda existe muito preconceito e falta de informação por parte do consumidor. Por outro, as frotas pesqueiras portuguesas optam frequentemente por vendê-la como alimento para atuns em armações, ou então simplesmente descartam-na ainda no mar. Saiba mais sobre este maravilhoso peixe que cumpre com todos os requisitos: saudável, delicioso, versátil e barato!




BI da cavala

  • Nome científico: Scomber colias
  • Família: atuns
  • Comprimento máximo: 56cm
  • Comprimento mínimo para desembarque: 20cm
  • Idade máxima: 18 anos
  • Corpo: alongado e arredondado
  • Dorso: azulado/esverdeado com linhas escuras irregulares
  • Distribuição geográfica: mar Mediterrâneo e oceano Atlântico
  • Alimentação: pequenos peixes, crustáceos e plâncton
  • Habitat: movimenta-se em cardumes, encontrando-se perto da costa até aos 300m de profundidade. Faz migrações em profundidade e latitude, ligadas à alimentação e desova.

Perfil da Cavala e a sua riqueza nutricional

Em função dos teores de gordura, os meses mais apropriados para o consumo da cavala fresca são entre Maio e Dezembro, sendo o pico em Agosto, Setembro e Outubro.

A cavala é rica em ácidos gordos essenciais. Tem uma relação entre ÓMEGA 3 e ÓMEGA 6 equilibrada. Tem baixo teor em colesterol e comporta vitaminas e sais minerais também de forma equilibrada. Como tal, a cavala preenche todos os requisitos, sendo considerado um peixe muito saudável, ideal para a prevenção de doenças cardiovasculares.

Versatilidade

As possibilidades de preparação deste pescado são inúmeras. Assadas, cozidas, fritas, grelhadas, estufadas, em escabeche,… a imaginação é o limite. Deixamos aqui uma deliciosa e tentadora receita da autoria do chef José Domingos, da Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve, retirada do livro online “Cavala – Pesca, Biologia e Gastronomia de um peixe singular”.

Pataniscas de Cavala

Tempo de preparação: 20 minutos | Porções: 4

Ingredientes: 500gr cavala, 200gr cebola, 10gr alho, 200gr farinha, 4 ovos, 3dl leite, 50gr salsa, 10gr sal, 3gr pimenta, 1,5dl óleo

Preparação:

  1. Picar a cebola e refogar juntamente com os alhos no azeite.
  2. Fazer um polme com a farinha, os ovos batidos e o leite.
  3. Temperar o polme com sal e pimenta e adicionar a cebola refogada, a salsa, e a cavala cortada em cubinhos.
  4. Aquecer o óleo a 160º e colocar colheres do preparado da cavala a fritar, até dourar.
  5. Escorrer num pano. Servir com uma salada.

E o preço?!

O preço da cavala varia entre mercados e zonas do país. Contudo, esta é uma espécie com um preço médio de venda em lota bastante acessível (0.59€), pelo que o preço de venda ao público costuma ser muito acessível relativamente a qualquer outro tipo de pescado mais consumido. Da próxima vez que for às compras, olhe para a cavala e compare os preços. Vai ficar agradavelmente surpreendido!




Fontes:
https://www.cavala.pt/
Livro online “Cavala – Pesca, Biologia e Gastronomia de um peixe singular”, disponível em:  https://docs.wixstatic.com/ugd/d11df1_b3938299fa9241ada4b432a487b914f7.pdf

Veja também:
Sementes mais procuradas e seus benefícios
Superalimentos que devem ser consumidos diariamente