Depressão e transtornos de ansiedade são a epidemia do século XXI

Depressão e transtornos de ansiedade são considerados doença pela OMS

Segundo a OMS saúde é um estado completo de bem estar físico, mental e social e não somente a ausência de enfermidades. Mas por que tantas pessoas minimizam a saúde mental, se mais de 322 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão e 33% da população mundial sofrem de transtorno de ansiedade, segundo a OMS? Não há com certeza um só motivo, mas o mito, tabu e estigmatização de que a pessoa que sofre com algum transtorno psicológico pode se curar sozinha ou que se ela for para uma igreja tudo vai se resolver é comum e muito difundido na sociedade.




Transtornos mentais não são fraqueza!

Diferente de muitas doenças físicas, o transtorno mental é muito confundido como uma fraqueza, trazendo culpa para a pessoa que sofre o que muitas vezes só impede que essa pessoa procure um tratamento. Há que se saber, no entanto que a depressão, transtorno de ansiedade são doenças reais que podem surgir a qualquer pessoa em qualquer época de vida. Segundo dados do relatório “Saúde Mental em Números 2015” publicado pela Direcção-Geral da Saúde, Portugal é um dos países europeus que mais demora a atender pessoas entre o começo dos sintomas de depressão e transtornos de ansiedade, até o início do tratamento, somente 37% das pessoas com depressão grave foram atendidas logo que apareceram os sintomas.

Sabemos que a depressão e transtornos de ansiedade são uma epidemia, mas precisamos falar sobre eles, pois são doenças reais que incapacitam e vão deteriorando o indivíduo aos poucos e não um drama que vai passar com força de vontade. É importante lembrar que depressão e qualquer transtorno de saúde mental tem tratamento e é importante procurar por ele, não negligenciar o problema e saber que existem pessoas preparadas para te ajudar.

Veja também:

Alguns mitos sobre a Psicologia