Ser Vegan é uma dieta, uma posição ou uma “moda”?

Ser Vegan por vários motivos

Depois de assistir alguns documentários sobre a indústria da carne e do leite é impossível não pensar sobre a possibilidade de mudar a dieta e de vida. É de conhecimento geral que a indústria da carne mata milhões de animais por ano, e por isso, já todos tivemos a idealização de ser vegan.




Número de Veganos está a aumentar

Sabe-se que o número de pessoas que se tornaram vegan no Reino Unido cresceu 350% apenas na última década, não é absurdo dizer que o assunto é polémico, afinal o ser humano nasceu para consumir produtos de origem animal ou não? Um exemplo claro da disputa entre quem consome a dieta vegana e quem não consome é a vitamina B12. Vitamina essencial para a produção de glóbulos vermelhos saudáveis só é encontrada em produtos de origem animal e poucas algas, no entanto hoje em dia existem suplementos sintéticos dessa vitamina o que exclui a necessidade de consumo de produtos de origem animal.

Não é só uma dieta

Contudo, o veganismo abrange um campo muito maior do que apenas a dieta, visto que não é só deixar de ingerir produtos de origem animal que faz ser vegan. O veganismo é um movimento político em respeito aos animais que incluem: boicote de produtos que fazem testes em animais, são contra a exploração de animais seja por razões turísticas ou laborais, em suma é um modo de vida que busca a não exploração animal e a preservação da integridade do animal.

Veganismo não é uma dieta, é uma posição no mundo que busca respeitar o direito dos animais, no entanto, é importante lembrar que há uma discussão entre os especialistas que não chegaram a um consenso sobre os riscos para a saúde que tais práticas podem trazer.

Veja também:
Ser vegetariano é saudável
Como ser vegetariano
Benefícios da Quinoa